"Onde reinam intenções honestas,
mal entendidos podem ser curados
com rapidez e eficácia."

2 de setembro de 2012

Gatas Gêmeas em busca de um lar

 Estamos aqui para contar nossa história. 
Somos filhas do Luky e da Naná, nascemos na Hauskatzen da Beth em janeiro de 2012.
Fomos gerados por um casal de adolescentes em um período de muita turbulência na casa, quando nossa tutora estava ausente e quem nos cuidava não se deu conta de que nossos pais não eram mais crianças.
Poderíamos até não ter nascido se a Beth fizesse como muitas pessoas fazem e interrompido a gravidez da mamãe, mas quando ela retornou e viu o barrigão pensou, de nada adianta culpar A ou B, vou cuidar de todos. Vejam como éramos lindinhos, os quatro, nossos irmãos e nós duas.
Há alguns dias fomos retiradas do convívio com os outros gatos e isoladas no quarto verde.
Deve ser porque chegou aquela época que nossa mamãe disse que logo chegaria, onde ficaríamos mais dengosas, manhosas, nos arrastando pelo chão e, se nossa humana não cuidasse, logo teríamos filhotes.
Falando sinceramente, nós não desejamos ser mães pois sabemos como é difícil separar-se dos filhotes e é impossível mais um só gatinho aqui na casa.
Quando fomos colocadas nesse quarto, a Beth falou que passaremos por uma cirurgia bem simples, que não dói e evita que soframos mais tarde. Confiamos nela pois salvou nossas vidas quando ainda estávamos na barriga da mamãe. Ainda não havíamos recebido nome mas agora já os temos,
sou a LINDINALVA
e eu sou a LINDINÊS.
Olhem bem para nós, somos quase idênticas, apenas eu Lindinalva sou maior um pouco e tenho manchinha apenas no lado direito da carinha e eu Lindinês, sou um pouco menor e tenho manchinha também do lado esquerdo. Somos muito parecidas com o papai Luky, nossos rabos são lindos, bem peludos e nossas barriguinhas são branquinhas.
Se alguém desejar nos dar um lar depois da cirurgia, a Beth nos entrega, para pessoa ou família que nos acolha dentro de casa, tenham o mesmo cuidado como temos aqui nunca nos deixem faltar ração, água, camas limpinhas e muito carinho.
Beijinhos, Lindinalva e Lindinês.

6 comentários:

  1. Os nomes foram bem escolhidos, pois as duas são lindas. Fiquem tranquilas que a cirurgia é para obem de voces. Vou torcer para que encontrem um bom lar, de preferência juntas.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. HJ VI ELES NA JANELA AQUI DO LADO....SÃO LINDOS...
    VC É UMA ESCRITORA hehhhhhhe adoro...bjs

    ResponderExcluir
  3. Ai que lindas!!...Torço que vocês encontrem um lar amoroso e de pessoas responsáveis. Que vocês sejam muito felizes!

    Bjs, Néia

    ResponderExcluir
  4. As 2 Lindinhas são maravilhosas e torço para que elas sejam adotadas juntas, acho uma pena separar as duas agora que são tão unidas.
    Beth, adorei seu comentário no meu blog, eu não imaginava que todos eles viveriam tanto, se bem que a gatinha que eu estava "esmagando" na foto viveu 16 anos ao meu lado, dos meus 8 aos 24 anos. Fico muito feliz por poder cuidar bem deles, entre momentos super tranquilos e momentos super irritantes...tem uma que não para de miar, outro não para de latir e outra me segue o dia inteiro...
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  5. Torcendo também por uma adoção conjunta, dupla, seja lá o nome que for, hehehe, uma judiaria separá-las. A castração é tão importante e tenho visto o quanto as pessoas são ignorantes, que não entendam o quanto é necessária. Há poucos dias um cliente médico, levou sua cadela, que estava com uma secreção vaginal, e incrivelmente soube que ele acreditava que deixá-la ter filhotes afastaria uma possível piometra.

    Beijos, querida.

    ResponderExcluir