"Onde reinam intenções honestas,
mal entendidos podem ser curados
com rapidez e eficácia."

28 de abril de 2012

Mimi, mais exploração...

Cá estou para mostrar mais um pouco da dura vida de um gato explorado.
Inverno chegando e os abusos reiniciaram.
Preciso repartir uma almofada com um cachorrinho, o Pícolo, 
um velhinho que a Beth acolheu fazem dois anos, 
ele deve ter uns quinze anos mais ou menos.
Esse fingido aí embaixo, deitado sobre a TV, 
fui obrigado sair ao meio-dia na chuva pra procurar 
porque o beleza havia saído e esqueceu de voltar.
- Ha, ha, ha,  Mimi, es um tolinho mesmo, 
eu ia entrar sozinho e não tenho medo de chuva, não sou de açúcar, tu pensas que és um herói? (disse Nino)
- Não me provoque gato dissimulado, 
 olha o que te espera lá fora... tens sorte que ela não abre a porta porque senão eu te chutava pra fora.
- Hi, hi, estou muito preocupado, até fechei os olhos pra não escutar tuas ameaças.
Espero que a minha querida namogata Nina, não veja esse post senão a coitadinha irá chorar com pena de mim, mas um dia a exploração termina (espero).
Ai, que saudades da Nina!

16 comentários:

  1. Quantas responsabilidades para um gatinho tão lindo e fofo! Ainda mais neste tempo de frio e chuva! Se o Mimi quiser vir me ajudar não precisaria dividir almofada com ninguém! Só preciso de alguém para tirar a Dona Rutha da chuva, parece que ela não percebe que está chovendo e fica lá deitada, depois entra em casa toda ensopada!!!
    Gente, chega de explorar o Mimi!!!
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Mimi é um ser muito especial, dentre todos os gatos que tenho ou já tive, esse é algo extraordinário. Parece uma pessoa. Ontem pedi para ele ir procurar o Nino e depois de uma hora mais ou menos ele miou, abri a porta e o Nino estava com ele... vá entender o que acontece!
      A Rutha gosta de água assim como meu Francisco, ele só toma água na torneira de um banheiro e antes de tomar ele coloca a cabeça embaixo d'água até ficar molhada. Ontem tentei fotografar mas minha câmera só trabalha quando quer e ele não esperou ela querer...

      Excluir
  2. Que disputa deliciosa!!! Bom saber que há um gato tão prestativo, que vai atrás dos desgarrados e partilha sua linda almofada, principalmente quando o frio começa a apertar, e o Pícolo é um doce, merece esse calor felino.

    Nosso outono aqui está castigando, mas ao oposto, um calor insuportável, causticante, sufocante, caustrofóbico... Uma chuva e uma brisa vinham muito a calhar, querida.

    Beijos, querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele vai mesmo atrás do Nino quando peço e o consegue trazer o outro.
      A almofada não é exatamente do Mimi, ela é do Pícolo, o Mimi que deu uma de enfiado e deitou junto em frente à estufa.
      Imagino como deve ser desagradável o outono úmido e quente, parece que não se consegue respirar. Aqui às vezes acontece isso também, são raros os dias assim, mas ocorrem.

      Excluir
  3. Coitado do mimi, voces abusam dele! se ele soubesse digitar um numero no telefone (sabe?) eu ia sugerir a ele a "sociedade protetora dos animais".
    Pobre gatinho, tão injustiçado e infeliz! rsrsrsrs
    Deixa de ser sem vergonha Mimi, vai dormir encostadinho no Pícolo e fica quieto!
    Beth, que linda foto essa da rua, com chuva. Ficou muito bonita.Aqui o dia está assim mesmo, chuva e frio.
    Mas está gostoso, depois de um verão infernal!
    Beijos amiga, tenha um bom feriado cercada de seus melhores amigos (com certeza!).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mimi só não sabe digitar os números de telefone, mas sabe muita coisa!
      Também gostei da foto da rua, mas só é bonito apreciar de dentro de casa, porque sair com chuva, vento e frio, não gosto.

      Excluir
  4. Hehehehe! Amo esses diálogos felinos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gatos falantes e pensantes são o máximo!

      Excluir
  5. Gato resmungão este Mimi!Custa dividir a almofada com o Picolo.Ele com certeza tem muito carinho para dar e a e sabedoria de quem já viveu tanto.Mimi,deixa de reclamar.Liga pra Nina e convida ela para curtir este friozinho gostoso,junto com o Picolo.
    Beth,eu amo este carinho que você tem pelos seus bichinhos.Imagino que como eu,você deve conversar com eles.Eles não respondem com palavras,mas com carinho e dedicação.Beijos e uma semana de feriado abençoada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, é muito bom conviver com os bichinhos, converso com eles sim, são minha única companhia e são muito carinhosos.

      Excluir
  6. Que amor a Mimi! A primeira gata que lembro que tivemos tinha este nome, bem branquinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô Cris, o Mimi leu o comentário e ficou furioso.
      Ele mandou dizer que até é castrado, mas é O Mimi!

      Excluir
  7. Oi Mimi....
    Saudades! Eu vi a postagem e nem chorei...Fico feliz que você tenha a companhia do Picollo e do Impossível do Nino...E eu sei que você gosta de ajudar a Beth nos afazeres com os amiguinhos da mansão.Acho que você seria infeliz se não pudesse ajudar...E eu fico orgulhosa de ter um namogato bem prestativo....As fotos ficarão lindas...Estou guardando algumas fotos suas aqui comigo....Papi também fala que pareço uma pessoinha e entendo tudo que ele fala e durmo que nem uma menininha...
    Nyan nyan
    Nina

    ResponderExcluir
  8. é sempre engraçado as conversas dos teu animais..lol.
    Aqui ora chove ora está um sol delicioso.
    No sabado caiu até graniso mas a tonta aqui não tinha a máquina para tirar foto...
    bjoss

    ResponderExcluir
  9. Beth, amo os animais, os gatos acompanharam toda a minha infância!Que bacana convivência entre seus amiguinhos!!Bjs!!

    ResponderExcluir
  10. Una linda conversacion "gatuna" jejeje
    Son tan bonitos.
    besitos ascension

    ResponderExcluir