"Onde reinam intenções honestas,
mal entendidos podem ser curados
com rapidez e eficácia."

30 de agosto de 2011

Hauskatzen - Fala Lelo Boêmio

Eita mulher fiasquenta, não se pode nem ficar duas noites e dois dias fora que ela já começa fazer drama!
E vocês, companheirada da Hauskatzen, sentiram minha falta heim???
Aprendam a me deixar dormir sossegado, não deixem as crianças pularem em cima de mim e ficarei em casa.
Que recepção pessoal! Todos tentando descobrir quais os cheiros novos que trouxe.
Não conto, nem sob tortura. Perceberam que voltei ileso, mais gordo e com pelo brilhante?
Nunca descobrirão onde estive.
Tá e agora chega, parem de andar ao meu redor.
Agora, fala Beth. Deveria remover a postagem anterior, mas deixarei porque vale pelos outros gatos e assuntos que tratei.
Quanto ao Sr. Lelo Boêmio, já está alojado com os gatos de cima, amanhã providenciarei mais uma barreira, embora com dor no coração pois me sinto cruel impedindo suas saídas. Aceito sugestões.

5 comentários:

  1. A minha sugestão é colocá-lo na coleira e levá-lo pra passear...
    Adorei a documentação do regresso do amarelinho lindo ! Parece que foi um alvoroço enorme ! Quando eu volto das caminhadas com a Luna o Barum precisa cheirá-la inteirinha !
    Espero que o fujão agora fique mais tranquilo em casa.
    Beijos
    Laís

    ResponderExcluir
  2. Ai Laís, nem imaginas como fiquei quando subi pelas 19horas hoje e ele ainda não havia voltado. Aí peguei todos os potinhos, levei para o tanque, lavei e fiquei conversando com os outros gatos, dizendo que o Lelo tinha ido embora, que estava chateada, medo que ele estivesse envenenado em algum lugar... aí, servi a ração para todos no quarto verde e desci. Postei o 1° e subi novamente, levando a câmera, não sei porque; fui na área aberta e fiquei de costas para o portão de 2m, conversando com o Luky que estava no sofá. Eis que escuto o ruído característico de alguém no portão, me viro e Lelo Boêmio já estava descendo e entrando, por isso consegui captar logo as imagens do alvoroço! Hoje ele vai dormir comigo. Quanto a passear com ele na coleira é complicado pq ele só gosta de passear à noite!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Poxa, Beth, que sofrimento, passar esse tempo sem notícias, sem saber o que estava acontecendo, se algo aconteceu, a incerteza é muito cruel. Do jeito que cuida com tanto cuidado e amor, imaginar que poderia estar passando por algo ruim, é angustiante. Que bom que ele está a salvo, o danado não faz idéia das preocupações que você teve, do medo que passou.

    Eu comprei coleira para o James e a Donatella, mas é impraticável, doei-as, eles são apavorados fora do apartamento, seria muito stress!!!

    Esses dias vivenciei um pouco disso e fiquei em pânico. Eles ficam no corredor do andar, a gente tem o maior cuidado, sempre estamos verificando, mas quando eu percebi, alguém jogou lixo e a porta que dá para a lixeira e a escada estava aberta. Viramos a casa e nada da Donatella, chamei e ela não veio, então eu fui subindo as escadas e meu pai descendo, meu coração aos pulos. Nada dela! Então puxei a cadeira da mesa de jantar, e lá estava ela esparramada!!! A toalha camuflou, então não a vimos ali, foi um alívio imenso, quase enfarto.

    ResponderExcluir
  5. Cris! Convenhamos, parece que eles fazem de propósito. O Lelo com certeza estava por perto da casa, talvez até dentro, com alguém porque voltou limpinho e de barriga cheia. Casos como a Donatella seguidamente acontecem aqui. Se fazem de surdos e a gente desesperada procurando. Bom que tudo terminou bem!
    Bjs.

    ResponderExcluir